Pristina.org - Everything Design since 2005

As Ilustrações de Tracie Ching IlustraçãoFelipe Tofani on 11/01/2019

As Ilustrações e os muitos posters alternativos de Tracie Ching
Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

O trabalho de ilustração de Tracie Ching varia bastante mas inclui projetos que foram feitos para marcas de esportes, ilustrações editoriais e trabalhos para galeria. Alguns do seus clientes são 20th Century Fox, Adidas, Adobe, AMC, CBS, Disney, ESPN, Fortune Magazine, Google. Apesar disso tudo, Tracie Ching é mais conhecida pelos seus posters alternativos para o cinema. Entre eles, meus favoritos estão o que ela criou para Blade Runner 2049 e todos que ela ilustrou para o Studio Ghibli.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Living and working in Washington, DC, Tracie Ching is a self-taught digital artist specializing in complex, graphic portraiture. Her work often involves a limited palette – a tendency-turned-style after years of working in the medium of silkscreen prints. While commissioned for a wide range of projects including commercial athletic apparel, editorial illustration, and gallery work, Tracie Ching is best known for her alternative movie posters.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Vivendo e trabalhando direto de Washington, a capital dos Estados Unidos, Tracie Ching é uma artista digital que aprendeu tudo que ela sabe sozinha. E, hoje em dia, ela se especializa em complexos retratos digitais que mais parecem ter saído de uma nota de dinheiro. Suas ilustrações, normalmente, vem com uma palheta de cores limitadas. Isso ocorre devido aos anos em que ela trabalhou imprimindo posters em silk screen. E, nesse processo de impressão, o número de cores é limitado. Dai surgiu um estilo elaborado quando se trata de composições e traços, mas que é simples quando se trata das cores.

Se você gostou do portfólio de ilustração e dos posters de Tracie Ching, você deveria acompanhar o que ela anda publicando nas suas redes sociais, como Behance, Twitter, Facebook, Instagram e no seu canal no Youtube.

As Ilustrações e os muitos posters de Tracie Ching

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Tagged: , , , , , , , , ,