Pristina.org - Everything Design since 2005

A Utopia Visual de Tishk Barzanji IlustraçãoFelipe Tofani on 01/04/2018

Cenários ilustrados que usam de referências da arquitetura brutalista
Quando me deparei com o trabalho de ilustração de Tishk Barzanji, me imaginei andando pelas paisagens e cenários que encontrei em seu portfólio. O mundo ilustrado que ele criou é visualmente complexo e repleto de personagens que andam por corredores longos e escadarias que parecem não ter fim.

Quando me deparei com o trabalho de ilustração de Tishk Barzanji, me imaginei andando pelas paisagens e cenários que encontrei em seu portfólio. O mundo ilustrado que ele criou é visualmente complexo e repleto de personagens que andam por corredores longos e escadarias que parecem não ter fim.

Tishk Barzanji vem do Kurdistão e faz parte desse grupo étnico que tem sua soberania rejeitada por todos os países onde esse povo reside. Não sei se é por isso que ele acabou migrando para Londres em 1997 mas foi essa mudança que fez com que ele se apaixonasse por arte e por arquitetura. Tanto que, alguns anos depois, ele acabou indo estudar Belas Artes na Richmond upon Thames College e Física na Universidade Loughborough.

Quando me deparei com o trabalho de ilustração de Tishk Barzanji, me imaginei andando pelas paisagens e cenários que encontrei em seu portfólio. O mundo ilustrado que ele criou é visualmente complexo e repleto de personagens que andam por corredores longos e escadarias que parecem não ter fim.

Quando me deparei com o trabalho de ilustração de Tishk Barzanji, me imaginei andando pelas paisagens e cenários que encontrei em seu portfólio. O mundo ilustrado que ele criou é visualmente complexo e repleto de personagens que andam por corredores longos e escadarias que parecem não ter fim.

Quando me deparei com o trabalho de ilustração de Tishk Barzanji, me imaginei andando pelas paisagens e cenários que encontrei em seu portfólio. O mundo ilustrado que ele criou é visualmente complexo e repleto de personagens que andam por corredores longos e escadarias que parecem não ter fim.

Tishk Barzanji encontra inspiração para suas ilustrações na história antiga e no movimento modernista, além de suas várias experiências morando em Londres. Quando se trata de como produzir essas ilustrações, seu processo sempre envolve uma tentativa de compreender o espaço onde vivemos como seres humanos e como interagimos um com o outro. Além disso, ele gosta de explorar variações de cores, formas e como quebrar as suas barreiras pessoais no uso desses elementos.

Para mim, um ponto interessante do trabalho de Tishk Barzanji é como os cenários que ele ilustra tem referências na arquitetura brutalista. De acordo com uma entrevista com ele que li na revista Juxtapoz, a culpa disso é o fato de que ele tenha morado grande parte da sua vida em uma construção brutalista com vínculo social em Londres. Esse estilo de arquitetura era tudo que ele conhecia e acabou aparecendo no seu trabalho.

Muitas pessoas comentam com ele sobre a estética pesada e muitas vezes questionável desse estilo arquitetônico mas Tishk Barzanji nunca se interessou no lado externo dessas construções. Para ele, o que é mais interessante é a função e os espaços que são criados dentro dessas paredes de concreto. E é isso que você pode ver nas suas ilustrações.

Quando me deparei com o trabalho de ilustração de Tishk Barzanji, me imaginei andando pelas paisagens e cenários que encontrei em seu portfólio. O mundo ilustrado que ele criou é visualmente complexo e repleto de personagens que andam por corredores longos e escadarias que parecem não ter fim.

Quando me deparei com o trabalho de ilustração de Tishk Barzanji, me imaginei andando pelas paisagens e cenários que encontrei em seu portfólio. O mundo ilustrado que ele criou é visualmente complexo e repleto de personagens que andam por corredores longos e escadarias que parecem não ter fim.

Quando me deparei com o trabalho de ilustração de Tishk Barzanji, me imaginei andando pelas paisagens e cenários que encontrei em seu portfólio. O mundo ilustrado que ele criou é visualmente complexo e repleto de personagens que andam por corredores longos e escadarias que parecem não ter fim.

Além de seu portfólio, você pode ver mais do trabalho de Tishk Barzanji direto no seu perfil nas redes sociais, como Facebook e Twitter.

A Utopia Visual de Tishk Barzanji

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Tagged: , , , , , , , , , ,