Pristina.org - Everything Design since 2005

Kenneth Jarecke: Fotografando o Mundo FotografiaFelipe Tofani on 04/02/2016

O mundo inteiro pelas lentes de Kenneth Jarecke
O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

Durante seus vários anos de carreira, Kenneth Jarecke fotografou o mundo extensivamente. Ele já passou por mais de 50 países, fotografando eleições no Haiti, o dia a dia da Coréia do Sul, a vida em Morrocos,  a queda da Cortina de Ferro. Passando pela tragédia coletiva do furacão Katrina e as crianças soldado em Moçambique. Seu trabalho mudou um pouco em 1989, quando foi contratado para trabalhar na revista TIME e passou a cobrir histórias sobre todos os lados dos Estados Unidos. Foram essas histórias que acabaram nomeando seu trabalho para International Center of Photography, na categoria de fotógrafo emergente. Hoje em dia ele trabalha como diretor de criação para a Hail Varsity Magazine.

Sua capacidade de encontrar cenas, ângulos e diferentes formas com a qual sombras e luzes se misturam é especial. É por coisas assim que seu trabalho de fotojornalismo acabou se tornando tão importante. De campanhas presidenciais até protestos estudantis na China, passando por Olimpíadas e feiras agrícolas em Montana. Kenneth Jarecke captura a beleza e todos os momentos especiais que não conseguimos ver com nossos olhos.

E, pela imagens que selecionei abaixo, você vai ver melhor o que estou querendo dizer.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O interesse de Kenneth Jarecke por fotografia começou quando ele foi fotografar um jogo de futebol americano. Ele gostou tanto do processo que, um dos seus trabalhos de escola acabou se tornando um livro feito a mão com as fotos que ele tirou naquele jogo de futebol. Isso foi em 1981 e, no ano seguinte, ele já era um fotógrafo profissional, trabalhando para a Associated Press.

O que mais gostei de ver na fotografia de Kenneth Jarecke é como ele consegue me mostrar algo que eu não estava vendo. Tenho interesses bem pessoais quando se trata de fotografia e um dos pontos que mais discuto com pessoas é esse. Gosto muito de ver algo diferente, algo que eu não estava vendo antes e acredito que um diferencial interessante de se ter como fotógrafo é a capacidade de mostrar algo novo. Algo inédito, algo diferente que está escondido na frente de todo mundo. Foi isso que eu vi no trabalho de Kenneth Jarecke e por isso que seu portfólio veio parar aqui.

Kenneth Jarecke: Fotografando o Mundo

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Tagged: , , , , ,