Pristina.org - Everything Design since 2005

O design do Katowice JazzArt Festival 2019 por Marta Gawin Design GráficoFelipe Tofani on 15/01/2020

Uma estética diferenciada para a identidade de um festival de jazz na Polônia
Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

A designer Marta Gawin passou a explorar terrenos diferentes, estéticas novas que levaram a locais remotos. Imagens visuais de novas esferas sônicas que apresentasse que o Katowice JazzArt Festival de 2019 é um festival repleto de instrumentistas femininas.

O lema do festival acabou influenciando também a identidade visual do mesmo. Nas palavras do imortal Miles Davis – “You should never be comfortable, man” – que podem ser traduzidas de forma livre como “Você nunca deve se sentir confortável, cara”. Essas foram as palavras que influenciaram a criação do material gráfico que você pode ver abaixo e, pelo menos para mim, dá para ver que a zona de conforto foi evitada.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Quando se trata da zona de conforto, eu acredito que a designer Marta Gawin passou longe desse local. Digo isso porque o uso de cores no material gráfico do Katowice JazzArt Festival de 2019 é bem inusitado e me soa quase antiquado quando eu foco apenas nos tons de verde utilizados.

Sinto algo parecido quando analiso a ilustração das mãos que fazem parte do elemento principal dos posters desse festival. A forma com a qual as mão estão posicionadas remetem a diferentes formas de tocar instrumentos musicais e foram organizadas de um jeito interessante já que os instrumentos foram deixados de lado. Dessa forma, temos mãos em posições estranhas, sobrepostas por um texto com as palavras de Miles Davis. Algo que me parece bem diferente do que o pessoal de Katowice esperava para esse festival.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Depois da edição de 2018 do Katowice JazzArt Festival cuja identidade visual era composta de fogo e muitas chamas, a ideia da edição de 2019 foi a de apontar para uma direção diferente. Foi isso que a designer polonesa Marta Gawin teve que considerar quando começou a rascunhar algumas ideias para esse festival de jazz. Foi assim que uma estética iluminada pela lua surgiu. Um visual sonhador, onírico e cheio de energia criativa.

Para saber mais sobre o festival de JazzArt de Katowice, você precisa clicar aqui. Para explorar mais do portfolio de Marta Gawin, você pode dar uma olhada no seu portfólio. Para ver ainda mais imagens do que ela produziu para esse festival, você pode clicar no link abaixo.

O design do Katowice JazzArt Festival 2019 por Marta Gawin

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Tagged: , , , , , , , , , , , , ,