Pristina.org - Everything Design since 2005

O Portfólio de Design Gráfico de Adam Pizurny Design GráficoFelipe Tofani on 07/10/2016

De Praga para o mundo, o trabalho de Adam Pizurny
Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Depois de terminar seus estudos, Adam Pizurny resolveu entrar no mercado de têxteis já que ele gostava do conceito de poder ver seus trabalhos pelas ruas. Mas ele não parou por ai. Seu portfolio é repleto de designs feitos para discos, posters e embalagens que mostram toda a variedade e conceitos estéticos desse designer tcheco e você pode ver tudo logo abaixo.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

When I was a kid, I wanted to become an inventor. I fulfilled my dream but in a slightly different way. Throughout my childhood I drew on paper until I discovered graffiti and fell in love with it. Graffiti has opened doors to a wonderful world of discovering type, colors and shapes. Because I grew up alongside a computer, I have started to combine everything I love digitally, and one day someone has told me it is called graphic design.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

After graduating I chose textile design as my future destination. Probably because I can see the result of my work in the streets again. Until now I’ve been involved in a wide range of projects starting with logos, cd artworks, movie posters, apparel designs to billboards and large scale advertising murals. Currently I’m working as a freelance graphic designer.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Quando Adam Pizurny era criança, ele queria se tornar um inventor. O tempo foi passando e seu sonho se realizou de uma maneira um pouco diferente já que, hoje em dia, ele trabalha como designer gráfica na sua cidade natal de Praga, na República Tcheca. Sua carreira começou ainda na sua infância quando seus desenhos no papel se transformaram no graffiti que cobria as paredes. O graffiti abriu suas portas para um mundo de tipografia, cores e formas. Com esse novo mundo em mente, ele acabou juntando o que estava aprendendo com computadores e passou a fazer tudo digitalmente. Foi ai que ele entrou para o mundo do designer gráfico.

Se você gostou do portfolio do Adam Pizurny, acompanhe o que ele anda publicando pelas suas redes sociais como facebook e tumblr.

O Portfolio de Design Gráfico de Adam Pizurny
Tagged: , , , , , , , , , ,