Pristina.org - Everything Design since 2005

Uma nova maneira de tricotar com Petros Vrellis ArteFelipe Tofani on 28/03/2017

Usando de muitos metros de linha para fazer retratos bem diferentes
Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

Quando vi o trabalho de Petros Vrellis pela primeira vez, fiquei me indagando sobre como que seria possível criar retratos tão complexos usando de um design tão limitado. Será que meus olhos estavam me enganando e eu estaria vendo uma ilusão de ótica bem elaborada? Depois de assistir o vídeo abaixo, onde o artista mostra um pouco do processo de trabalho, passei a aceitar que os retratos aqui são apenas mais uma forma de demonstrar o quão complicado nosso mundo é de fato.

O objetivo final desse projeto é demonstrar que nossos cérebros são cheios de ideias falsas e nossa experiência do mundo é incorreta e incompleta. O trabalho de Petros Vrellis aqui mostrar que nossa percepção de realidade é limitada e ele explora isso através de seus retratos.

Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

How is it possible to produce a complex portrait from such a limited design? Is our surrounding world “tricking” us the same way? As science evolves, new tools and experiments prove that our world is far more complicated, compared to what we think it is; our senses provide a very thin portion of reality. So, our brains are full of misconceptions and false ideas; our experience of the world is incorrect and incomplete.

Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

The project challenges our poor perception of reality and serves as a comment to our limited understanding of the world. Furthermore, it’s hard not to make physical and metaphorical connections to the mythological entities of Moirai (Fates) that controlled the thread of life of every mortal being, from birth to death; human life defined by a complex path of threads…

Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

Petros Vrellis parece ter criado uma nova forma de produzir retratos. Uma forma diferente, que usa do contraste da tecnologia gerada por algoritmos com a simplicidade dos fios de costura. É dessa forma que foram criados os retratos que você pode ver por aqui mas eu não consegui entender direito como que tudo é feito. E acho que nunca vou entender.

Para saber mais sobre como os retratos aqui são feitos, clique no link abaixo e tente entender um pouco mais sobre as técnicas de costura e a geração de padrões visuais.

Uma nova maneira de tricotar com Petros Vrellis
Tagged: , , , , , , , , ,