Pristina.org - Everything Design since 2005

A Morte nas pinturas de Cindy Wright ArteFelipe Tofani on 12/07/2018

A Constante Lembrança da morte nas pinturas de Cindy Wright
É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta. Você pode ver isso muito bem nas imagens que selecionei direto do seu portfólio, logo abaixo.

O que mais me interessou nas pinturas de Cindy Wright foi a justaposição de vida e morte que acontece em todos os momentos. Algumas vezes, as pinturas apresentam esse contraste de forma sinistra, de outras vezes isso surge de uma maneira mais cômica. E todas suas obras me lembram o conceito do “memento mori”, latim para a lembrança da morte, já que crânios e outros símbolos da mortalidade humana são apresentados como um aviso de que a morte é inevitável e universal.

A constante lembrança da morte é um elemento que aparece constantemente nas pinturas de Cindy Wright. Desde uma maçã murcha até uma borboleta presa por alfinetes, passando pelos restos animais de um futuro casaco de pele e mariposas com asas partidas… O trabalho da artista apresenta uma visão bela e grotesca da morte que capturou minha atenção de um jeito que acabei por visitar todas as páginas de seu portfólio em uma busca por mais imagens.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

É fácil conectar as pinturas de Cindy Wright com a era de ouro da Arte na Bélgica e na Holanda. Afinal, além de compartilhar a mesma origem geográfica, a artista usa de temas similares aos de Vermeer, van Eyck, Rubens e parece renovar o interesse na natureza morta.

Se você gostou do trabalho de Cindy Wright tanto quanto eu, vai gostar de visitar seu portfólio no link logo abaixo.

A Morte nas pinturas de Cindy Wright

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Tagged: , , , , , , , , ,