Pristina.org - Everything Design since 2005

A Anatomia Dinâmica de Brett Harvey ArteFelipe Tofani on 10/07/2018

Esculturas com uma precisão anatômica fora do comum
Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica e um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Para Brett Harvey, seu trabalho existe para questionar seus conceitos pessoais do que seria a beleza e a masculinidade. Suas esculturas existem para representar a dicotomia entre a vulnerabilidade pensadora e a fisicalidade intimidadora. Dessa forma, acredito que suas obras de arte conversam direto com nossas emoções e experiências e passam a mudar um pouco do nosso conhecimento sobre conceitos espirituais e filosóficos. Afinal, as esculturas de Brett Harvey tratam da condição humana e existem para encorajar o questionamento. E, pelo menos para mim, foi isso mesmo que elas fizeram.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Brett Harvey cria esculturas figurativas que apresentam uma estética dinâmica que apresentam um conhecimento fora do comum da anatomia humana. Essas esculturas se torcem em forma inesperadas e acabam por celebrar um paradoxo da força humana e a fragilidade da humanidade. Pessoalmente, gostei muito de ver como ele captura de forma especial as mãos e os pés a ponto de dar um certo ar de individualidade aos mesmos.

Nascido em 1985, no norte dos Estados Unidos, Brett Harvey trabalha e vive em Nova Iorque, com sua esposa Lauren Amalia Redding. Ele estudou na New Hampshire Institute of Art e, durante seus estudos, passou algumas semanas na Florence School of Fine Arts. Seus estudos eram focados na pintura mas essas curtas semanas na Itália mudaram a direção de seus interesses e foi assim que ele passou a trabalhar com esculturas.

O artista passou alguns anos trabalha no Currier Museum of Art de Manchester enquanto estudava na Academia de Artes de Nova Iorque, onde seu foco foi intenso no aprendizado de anatomia e escultura. E, pelo que você pode ver nas imagens que eu selecionei aqui nesse artigo, todo esse estudo e prática, elevou as esculturas de Brett Harvey a um nível de qualidade fora do comum.

A Anatomia Dinâmica de Brett Harvey

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Tagged: , , , , , , , , ,